Prefeito retira projeto que propõe taxa para substituir o Funrebom

Em nota divulgada há pouco, o prefeito Ulisses Maia determinou que projeto propondo a substituição do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiro (Funrebom), cuja cobrança foi extinta Supremo Tribunal Federal, pela Taxa de Proteção, Ação de Socorro e Redução de Riscos e Desastres, fosse retirada da Câmara de Vereadores, onde foi protocolado na segunda, 8.

Os recursos oriundos da taxa financiariam atividades da defesa civil e do Corpo de Bombeiros. Ulisses Maia reafirma que em seu governo não serão criadas taxas ou impostos – e o realinhamento de tributos sempre seguirá os índices oficiais da inflação, ou seja, os valores serão apenas atualizados, mas nunca aumentados.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.