Ensaio político

Silvio Barros II (PP), em entrevista, disse que foi processado cinco vezes por ano nos dois mandatos em que esteve à frente do Executivo

O ex-prefeito Silvio Barros II (PP), que parece ensaiar a ida para uma terceira derrota eleitoral, hoje ao programa Manchete, na TV Diário, merece poucas, mas merece considerações. A começar por algumas frases.

Disse ele: “Eu entendo que nós temos que caminhar sempre para a frente”. Mas dar a prefeitura novamente para uma pessoa que passou ali duas vezes não é andar para trás, ou, como diria o finado Álvaro Fernandes, “café requentado”?

“Quando a gente fala uma coisa, é pra valer” é outra. E o pagamento da trimestralidade, prometida em todas as campanhas do PP? E a fábrica de meias, cidade japonesa, fábrica de aviões, fábrica de helicópteros, wi-fi gratuito pela cidade, estacionamento subterrâneo na praça Raposo Tavares, o super prédio no lugar da rodoviária municipal que o sr. mandou demolir?

“Eu saí da prefeitura com 40 processos”, afirmou em determinado momento, ao falar de vários de seus ex-secretários que também foram questionados na justiça. O número dado por SB II é maior do que o levantado no final do ano passado: eram 34 no total, boa parte sob sigilo e a mais recente, criminal, ajuizada em 2021, por desvios de verbas públicas. Não foi lhe perguntado sobre os documentos envolvendo a Sial, que simplesmente sumiram.

Foto: Reprodução

Advertisement
Advertisement