Projeto de viadutos está
com foco nos semáforos

As obras para a conclusão dos “viadutos sacis” no Contorno Norte seguem o cronograma para começar em dezembro desse ano. A prefeitura está com foco nos semáforos nos cruzamentos das vias, conforme solicitação da Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Paraná para incluir a sinalização no projeto.

“Tivemos reunião para tratar dessas questões de segurança e fluxo dos veículos”, explica o secretário de Obras (Semop), Albari de Medeiros, que se reuniu na Semop com o superintendente do Dnit, José Carlos Belluzzi.
São 16 semáforos, sendo dois por viaduto. A avaliação dos cruzamentos é feita pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). O secretário Gilberto Purpur informa que deve terminar a definição dos pontos dos semáforos na próxima sexta-feira (26) e encaminhar para o DNIT em Brasília dentro de duas semanas. E a previsão é de mais duas semanas para o DNIT avaliar e liberar a licitação.
Quando pronta a obra terá grande impacto positivo em diferentes bairros ao longo do Contorno Norte. São seis viadutos que estão incompletos, que só tem uma pista, e haverá a construção de um viaduto duplo na avenida Américo Belay. Os “viadutos sacis” estão nas avenidas Guaiapó, Tuiuti, Franklin Delano Roosevelt, Kakogawa, São Judas Tadeu e Mandacaru.

RESGATE
Em maio de 2017 o prefeito Ulisses Maia assinou com o DNIT, em Brasília, a prorrogação do termo de compromisso para a conclusão do projeto. Desde então, houve grande empenho da prefeitura em resolver os problemas de projetos e terminar a obra que a gestão anterior não cumpriu o prazo para a construção dos viadutos. A obra do governo federal está orçada em R$ 24,2 milhões, dos quais metade já está disponível. (PMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.