marco antonio deprá

Bronca

Na Saldanha Marinho

Moradores da rua Saldanha Marinho, na Zona 7, pleiteiam a mudança do sentido dessa rua para mão única, no sentido Norte-Sul. Nos últimos anos, principalmente depois da implantação do sistema Binário, o fluxo de veículos cresceu muito nesta via pública. Continue lendo ›

Blog

Burrinus Brasiliensis

burinus

No Facebook, Marco Antonio Deprá lembra o Burrinus Brasiliensis, pseudônimo utilizado por seu falecido sogro, Benedito Moreira Carvalho, poeta e trovador maringaense.
Benedito tinha a coluna “Malagueta e Mostarda” n’A Tribuna de Maringá e n’O Jornal de Maringá, no final da década de 50 e início dos anos 60. Edgar Osterroth é o autor da ilustração.

Flagrante

Do pó da terra foste formado e ao pó voltarás

Saída para SP

Em qualquer livro de história de Maringá é recorrente aquela famosa frase dos tempos pioneiros da região: “…quando não era a lama, era o pó.” Foi o que experimentei ontem quando fui a um pesqueiro na Estrada do Guerra. Havia quase um palmo de pó devido ao tráfego de veículos que são obrigados a desviar da ponte sobre o Rio Pirapó na PR-317, destruída nas últimas chuvas.
Ao cruzar com um carrão novinho em folha, a garota que dirigia me fez lembrar aquela propaganda da Ipiranga. Ela me perguntou: Onde eu posso encontrar a saída pra Prudente?
Marco Antonio Deprá

Geral

Obras na avenida

Av. Mario Clapier Urbinati - Duplicacao - 08.08.2015 (2)

Foto de Marco Antonio Deprá, tirada no último sábado, mostra as obras de duplicação do trecho da avenida Mário Clapier Urbinatti, entre a rua Ametista e a praça Pioneiro Jacinto Ferreira Branco, no cruzamento com a avenida Mandacaru.

Av. Mario Clapier Urbinati - Duplicacao - 08.08.2015 (2A)

Geral

Parque Industrial Cidade de Maringá

Cidade Industrial - Ponte sobre o Ribeirão Floriano

Marco Antonio Deprá esteve na segunda-feira no local da futura Cidade Industrial de Maringá, onde pequenos proprietários rurais foram enganados para vender suas terras, o que rendeu ação civil pública por improbidade contra o ex-prefeito Silvio Barros e secretários (lembram? aqui). As fotos mostram: acima, as obras de construção da ponte sobre o ribeirão Floriano; abaixo, a avenida principal do empreendimento, entre a estrada Pinguim e o ribeirão Pinguim. Esta via, bem como diversas outras já estão asfaltadas, com meio-fio, obras de galerias pluviais e rede de distribuição de água. Há no local pessoas fazendo a implantação de gramados nas calçadas ecológicas e rotatórias.

Cidade Industrial
Continue lendo ›

Memória

Feira de ciências

Avião experimental-O Jornal - 21.09.1974 (1)
Em época de feira de aviação, Marco Antonio Deprá encontra esta matéria publicada na edição de 21 de setembro de 1974 no extinto o Jornal de Maringá. Clique para ampliar.

Blog

Quem foi Willie Davids?

Willie DavidsFilho de pai galês e de mãe paulista de Itu, Willie da Fonseca Brabazon Davids, nasceu em Campinas em 29.11.1883. Em 1902, concluiu o curso de engenharia elétrica, na Inglaterra. De volta ao Brasil, trabalhou na empresa São Paulo Tramway, Light and Power Company até 1904, quando ingressou na empresa The City of Santos Improvements Company, na cidade de Santos. Em 1907, casou-se com Carlota de Mello Peixoto, filha de João Baptista de Mello Peixoto, pernambucano que se tornou importante político paulista e prefeito da cidade de Chavantes. O nome do sogro seria dado à rodovia federal BR-369 que cruza o norte do Paraná. Em 1911, adquiriu terras em Jacarezinho (PR) e formou a Fazenda União, onde se tornou cafeicultor. Em 1914, mudou-se para Jacarezinho, cidade onde foi eleito prefeito e, depois, deputado estadual. Em 1932, tornou-se diretor-técnico da Companhia de Terras Norte do Paraná, cargo que ocupou até 1940. Durante sua gestão, foi concebido o projeto de colonização da região que abrigaria a cidade de Maringá. Em 12.9.1935 foi eleito prefeito de Londrina.Continue lendo ›